1 de Outubro de 2017 às 12:48

Rapaz de 19 anos é baleado na cabeça em bar na 25º morte violenta do ano em Patrocínio (MG)

Foi declarada a morte cerebral da vítima pela Médica plantonista.

Veja a entrevista dos Bombeiros e da Polícia Militar sobre o caso

Postado às 22h30m de 27/09 a atualizado às 07h45m de 28/09

Por volta das 21h12m a Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros foi acionada à Rua Professor  João de Melo número 850 onde um homem de 19 anos havia sido baleado na cabeça.



Chegando ao local os militares socorristas avaliaram a vítima, e notaram que a mesma apresentava um perfuração na parte posterior esquerda da cabeça (nuca) e pelo orifício hemorragia e perda de massa encefálica.

Os Bombeiros fizeram o curativo na cabeça da vítima é a imobilizaram em prancha longa.

A vítima deu entrada ainda com vida no Pronto Socorro Municipal as 21h20, mas seu estado era muito grave. Ele respirava ofegante e inconsciente.

Foi declarada a morte cerebral da vítima pela Médica plantonista. 

Segundo uma testemunha disse a polícia, a vítima Adeilton Lourenço da Silva, 19 anos, estava sentado no antigo bar do Coco, de costas para a rua, quando passaram dois rapazes numa bicicleta e um deles efetuou um disparo.

Em cima da mesa ficaram duas latas de cerveja Kaiser latão e os chinelos da vítima.

Equipes da Polícia Militar estiveram no local e a proprietária bar se limitou dizer que ouviu apenas um estampido, pensou que era "bombinha". Afirmou também que não viu ninguém.

É a 25º morte violenta do ano em Patrocínio(MG).

A vítima possui passagem por adulterar sinal identificador de veiculo automotor; uso e consumo de drogas.

 


Comentários

Termos de uso:

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Patrocínio Online. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Patrocínio Online poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!