26 de Junho de 2018 às 09:57

Dono de imóvel agride inquilina com golpes de faca de martelo seu namorado a golpes de faca e martelo

O agressor é é proprietário do imóvel onde ocorreu o crime e a mulher afirma que não sabe a motivação das agressões

UBERLÂNDIA (MG) - No domingo, 19/06,  as 19h24min, na rua Cumeeira, Bairro Dom Almir, segundo versão  da vítima, senhora  G. A. G., 42 anos, e das crianças filhas dela, estava na sala da residência, juntamente com seu namorado Hamilton Teixeira Rocha, 40 anos, vendo filme, momento que o autor, S. J. O., 54 anos, que é proprietário da casa fundos onde ela mora, chegou ao local adentrando a sala do imóvel de posse de um martelo e uma faca.

O agressor atingiu primeiramente o Hamilton com marteladas, e ao intervir para que cessasse as agressões, o autor desferiu na mulher um golpe de faca na barriga. Em seguida se voltou novamente para Hamilton e o atingiu com vários golpes de faca.

Após o crime, o autor fugiu do local. a guarnição, ao chegar no local, a mulher já havia sido socorrida por uma testemunha até a unidade de saúde UAI Morumbi, e em seguida foi encaminhada ao Pronto Socorro Da Universidade Federal de Uberlândia.

A vítima Hamilton estava caída ao solo na garagem da residência, com vários ferimentos e sangrando muito. A equipe do GEPAR da PMMG a socorreu até Ao Pronto Socorro Da Universidade Federal de Uberlândia, onde ele morreu. A mulher segue internada em observação médica .

O autor conforme relato da vítima é proprietário do imóvel onde ela mora e ocorreu o fato, sendo identificado, porém fugiu do local não sendo localizado até o momento. A vítima afirma que não sabe a motivação das agressões por parte do autor.


Comentários

Termos de uso:

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Patrocínio Online. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Patrocínio Online poderá remover, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos ou que estejam fora do tema da matéria comentada. É livre a manifestação do pensamento, mas deve ter responsabilidade!